Bebê de um ano é diagnosticada com leucemia e pais criam Vakinha para cobrir despesas do transplante

Após passar por ciclos de quimioterapia, Diane precisará de um transplante de medula óssea, que será doada por sua mãe.

Solidariedade


Diane Macedo da Silva Rocha, bebê de apenas um ano, foi diagnosticada com Leucemia Mielóide Aguda em julho deste ano. 

Após passar por ciclos de quimioterapia, Diane precisará de um transplante de medula óssea, que será doada por sua mãe.

Infelizmente, o procedimento só pode ser realizado em Natal, no Rio Grande do Norte, e o plano de saúde não cobrirá todas as despesas, como transporte, alimentação e hospedagem. O tratamento poderá durar de três até seis meses, e a mãe de Diane precisou deixar seu emprego para se dedicar ao tratamento da filha.

Diante desse cenário, a família criou uma Vakinha para dar suporte à Diane e sua mãe durante o tratamento necessário que pode ser acessada través do link:

Todos por Diane

As contribuições também podem ser feitas diretamente através de contas bancárias fornecidas pela família. São elas:

 

Banco do Brasil

Agência: 1681-0

CC: 41350-0

Dionísio da Rocha Bandeira Neto

 

Caixa Econômica

Agência: 3487

Conta Poupança: 3766-3

Operação: 013

Israel Paulino de Medeiros

Fonte: PB Agora

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.