Buscas por Lázaro entram no 13º dia com denúncia de moradora que o teria visto mancando

Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanham a mulher para verificar a área.

Procura


As buscas por Lázaro Barbosa, suspeito de matar família de quatro pessoas em Ceilândia (DF), entraram no 13º dia seguido nesta segunda-feira (21), com a denúncia pela manhã de uma moradora que viu um homem parecido passar por uma propriedade rural e mancando de uma perna. Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanham a mulher para verificar a área.

Segundo a moradora, a família acordou nesta madrugada com latidos dos cachorros, no bairro Águas Bonitas, em Águas Lindas de Goiás. No quintal, eles viram um homem com uma mochila nas costas e mancando, a uma distância aproximada de 20 metros, o que pareceu suspeito.

A chácara da família fica no limite entre Águas Lindas e Cocalzinho, regiões onde Lázaro Barbosa se esconde, de acordo com a polícia.

Equipes procuram o fugitivo com helicópteros, cães farejadores e drones, além das estratégias de inteligência traçadas pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSPGO).

O órgão criou um disque-denúncia para reforçar as buscas pelo criminoso. Quem tiver informações relevantes pode encaminhar para o telefone (61) 9 9839-5284.

A força-tarefa usa ainda barreiras em estradas de terra e rodovias nas regiões de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás. Três aeronaves ajudam levando policiais da base de concentração para a região de mata fechada, onde também estão sobrevoando.

Cinco cães farejadores estão dando apoio a 270 policiais que trabalham na operação, entre eles, a cadela Cristal, que ajudou nas buscas em Brumadinho.

Cronologia da fuga

  • 9 de junho de 2021: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos.
  • 9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.
  • 12 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás logo em seguida. Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região, sendo que dois estavam em estado grave até a terça-feira (15).
  • 13 de junho de 2021: Furtou um carro e o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata.
  • 14 de junho de 2021: Caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa (veja o vídeo abaixo). Chacareiro relatou que ele fugiu depois de ser atingido.
  • 14 de junho de 2021: Lázaro foi filmado no curral de uma fazenda entre os distritos de Edelândia e Girassol. A polícia acredita que ele passou a noite no local. O caseiro diz que o homem pediu comida e em seguida fugiu para a mata.
  • 15 de junho de 2021: Dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. Delegado diz que Lázaro fez casal e adolescente reféns em Edelândia. Uma parente da família relatou os momentos de pânico.
  • Na quarta-feira (16), Lázaro Barbosa foi visto por um morador em uma área rural.
  • Na quinta-feira (17), a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Houve nova troca de tiros e secretário de segurança pública acredita que ele esteja ferido.
  • Na sexta-feira (18), durante buscas o secretário de segurança pública disse que acredita ter visto Lázaro. Segundo PRF, ele foi visto em um chiqueiro durante a tarde, mas fugiu novamente para vegetação.
  • No sábado (19), a houve uma grande movimentação de policiais na região de Águas Lindas, depois que um morador afirmou ter visto Lázaro em uma gruta da região. No mesmo dia, a cadela que atuou nas buscas pelas vítimas da tragédia de Brumadinho chegou a Cocalzinho de Goiás.
Fonte: G1

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.