Paraíba registra mais de 25.000 casos confirmados de chicungunya, dengue e zika em 2021

Em relação à chikungunya, foram notificados 9.437 casos prováveis em 2021, sendo mais de 640 casos nas últimas quatro semanas.

Saúde


A Paraíba registrou mais de 25.000 casos confirmados de chicungunya, dengue e zika em 2021. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta terça-feira (30) e alertam para o aumento dos casos. O Boletim das Arboviroses nº 11 ressalta um aumento significativo dos casos de arboviroses analisados mensalmente, principalmente de dengue, com o registro de 14.346 casos prováveis até o momento.  Esse total representa um crescimento de mais de 1.100 casos prováveis da doença nas últimas quatro semanas.

Em relação à chikungunya, foram notificados 9.437 casos prováveis em 2021, sendo mais de 640 casos nas últimas quatro semanas. Para a doença aguda pelo vírus zika foram notificados 1.454 casos prováveis em 2021, sendo pelo menos 100 casos contabilizados no último Boletim. Totalizando as três arboviroses, a Paraíba registra mais de 25.000 casos prováveis neste ano.
 
As arboviroses são doenças que podem levar à morte em casos mais graves, se não tratadas corretamente. No ano de 2021, até a 46ª Semana Epidemiológica, foram testadas pelo Lacen-PB 9.686 amostras de sorologia para chikungunya, das quais 5.777 foram reagentes. Em relação à sorologia para dengue, foram testadas 7.941, sendo que 1.825 testaram reagentes. Para zika, das 6.419 amostras testadas, 2.348 foram reagentes.
 
De acordo com a técnica do Núcleo das Arboviroses da SES, Carla Jaciara, a população deve estar em alerta para os cuidados necessários dentro de suas casas. Ela ainda lembrou que em caso de sintomas, a pessoa deve se dirigir a uma unidade de saúde. "A população precisa saber da necessidade de ampliar os cuidados que evitam a proliferação do mosquito vetor. Chamamos a atenção da população para a limpeza de suas residências e demais ambientes que possam acumular água onde o mosquito possa se proliferar. Somente assim alcançaremos a redução de casos em nosso estado”, alerta.  
 
Óbitos – Até a SE 46 de 2021, houve 15 registros de óbitos suspeitos por arboviroses, distribuídos nos municípios de Alcantil (01), Bayeux (01), Cabedelo (01), Conde (01), Desterro (01), João Pessoa (06), Queimadas (01), Sapé (01), Uiraúna (01) e Patos (01). Deste total, 10 foram descartados e 04 confirmados para dengue nos municípios de João Pessoa, Alcantil e Patos. Um caso continua ainda em investigação.

Fonte: Por Emmanuela Leite/redação ClickPB/Assessoria

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.