Com hino tocado em saxofone, Vale do Piancó Notícias homenageia cidade de Conceição pelos seus 140 anos de Emancipação Política; vídeo

Do alto da sede do Vale do Piancó Notícias, o músico fez ecoar o hino do município num cenário com uma visão perfeita e encantadora do pôr-do-sol, numa tarde de quinta-feira, 7 de outubro, um dia antes do aniversário do município.

Emancipação Política


Mais um ano o portal Vale do Piancó Notícias homenageia a cidade de Conceição, que está completando 140 anos de Emancipação Política, nesta sexta-feira, dia 8 de outubro de 2021. Para isso, o meio de comunicação eletrônica contou com a participação do músico saxofonista Márcio Alexandre.

Do alto da sede do Vale do Piancó Notícias, o músico fez ecoar o hino do município num cenário com uma visão perfeita e encantadora do pôr-do-sol, numa tarde de quinta-feira, 7 de outubro, um dia antes do aniversário do município.

Atualmente, o município de Conceição, que tem pouco menos de 20 mil habitantes e com área territorial de 579 km², é governado pelo prefeito Samuel Lacerda, que herdou do seu tio Nilson Lacerda a herança político-administrativa. Samuel está há no seu sexto mês de mandato.

Na área artístico cultural, a cidade é berço de grandes nomes consagrados, como Elba Ramalho, Pinto do Acordeon, Afrânio Ramalho, entre tantos artistas, que embora amadores ou profissionais, disseminam o nome da cidade pelas mais diversas cidades e regiões.

A economia de Conceição sobrevive basicamente da agricultura, do funcionalismo público e do comércio. Apesar disso, o município consegue atrair comerciantes de toda a região Nordeste durante a comercialização de animais, na ‘Feira do Gado’, a na comercialização de frutas e verduras, durante a feira livre, que ocorre nos sábados.

A religião predominante do município é o catolicismo, mas várias outras denominações religiosas têm ocupado, cada vez mais espaço, e atraído fiéis.

A História do município

Os primitivos habitantes da região onde se localiza o atual município foram os índios Coremas e Panatis, da tribo Cariris que, ao longo do tempo, cederam lugar ao desbravadores. 

Referências históricas sobre o local onde teve início a Sede Municipal são encontrados no Registo nº 811, de 4 de julho de 1783, do Livro do Registro das Sesmarias, no Arquivo Público do Estado. Neste, Alferes Nicolau Rodrigues dos Santos diz ser possuidor de um sítio chamado Conceição nas cabeceiras do Rio Piancó, descoberto em 1776. 

No livro, Alferes afirma ter povoado este sítio além de obter água de um riacho também chamado de Conceição. Este riacho possui foz no Riacho Lagoa Seca e este útlimo com foz no Rio Piancó, no lugar chamado Poço do Cavalo, que se limita com o Sítio de Maria Soares, para cima na direção do poente.

 Precisando de terras para seu gado, Alferes pede uma sesmaria três léguas compreendidas acima. Mais tarde, seu filho, Nicolau Rodirigues dos Santos Júnior, obtendo concessão de outras léguas, ampliou o patrimônio da família. No início do século XIX, João Rodrigues dos Santos, auxiliado por seus irmãos, doou vasta área de terra às margens do Rio Piancó, onde, com a construção de casas e da capela de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira do Município, se desenvolveu a povoação.  

Fonte: Por Gilberto Angelo, do Vale do Piancó Notícias

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.