Entre 1.985 contaminados por coronavírus na China, mortos já somam 5647821

Apesar do alto número de doentes, o país anunciou também que 49 pacientes diagnosticados com a doença foram já curados

A Comissão Nacional de Saúde da China informou neste domingo (26) que o novo coronavírus inicialmente registrado na cidade de Wuhan já causou 56 mortes entre as 1.985 pessoas contagiadas que foram diagnosticadas no país.

No último boletim sobre o assunto, que apresenta um balanço da informação coletada nacionalmente, o órgão informou que ao longo do sábado foram registrados 688 novos contágios e 15 novas mortes.

De acordo com a entidade, 324 pacientes estão em condições graves, mas 49 conseguiram se recuperar da infecção e já receberam alta médica.

Das 56 mortes, 52 ocorreram na província central de Hubei, da qual Wuhan é a capital, com 11 milhões de pessoas, e o epicentro do surto. As outras quatro foram registradas na províncias de Hebei (que rodeia Pequim), Heilongjiang (no nordeste), Henan (centro-leste) e Xangai (leste).

Desde quinta-feira passada, várias cidades em Hubei, incluindo Wuhan, suspenderam os serviços de transporte como medida para evitar a propagação do vírus.

Até o momento, as autoridades monitoraram 23.431 pessoas que estiveram em estreito contato com algum dos infectados, das quais 21.556 permanecem sob observação. Pelo menos 25 das 34 divisões provinciais da China já elevaram o alerta de saúde ao mais alto nível.

Os sintomas do novo coronavírus, provisoriamente chamado 2019-nCoV pela OMS (Organização Mundial da Saúde), são em muitos casos semelhantes aos de um resfriado, mas podem ser acompanhados de febre e fadiga, tosse seca e dificuldade para respirar.

Fonte: Do R7, com agências internacionais