Palmeiras perde do River no Allianz, mas vai à final da Libertadores

Em jogo bem diferente do da semana passada, Alviverde leva pressão até os minutos finais e é 'salvo' pelo VAR duas vezes

Futebol


Foi com muito mais emoção do que se esperava, mas o Palmeiras está na final da Libertadores. Atuando em casa, no Allianz Parque, na noite desta terça-feira (12), o Alviverde perdeu para o River Plate por 2 a 0. Porém, como venceu a ida por 3 a 0 na Argentina, está na decisão da principal competição do continente.

A equipe agora espera o vencedor do duelo entre Santos e Boca, nesta quarta, para conhecer seu adversário na grande final, dia 30 de janeiro, no Maracanã. Bem antes disso, o Palmeiras tem desafios importantes pelo Campeonato Brasileiro. Na próxima sexta, os comandados de Abel Ferreira encaram o Grêmio.

Início bom!
A primeira grande chance foi do time da casa. Aos 9, Gabriel Menino lançou Rony, que ganhou na velocidade e, na hora de driblar Armani, acabou perdendo a bola.

Tudo mudou
Depois disso, o que se viu foi um grande domínio do River. Logo aos 10, Borré exigiu boa defesa de Weverton. Aos 27, o goleiro voltou a salvar o Alviverde em chute forte de Paulo Díaz.

 

No lance seguinte, não teve jeito. De La Cruz bateu escanteio da direita e Robert Rojas subiu mais do que todo mundo para marcar o primeiro, aos 28.

O gol deu ainda mais ânimo aos argentinos, que por pouco não fizeram o segundo aos 32. Borré foi travado na hora da finalização.

O Palmeiras voltou a assustar no minuto seguinte, em chute de fora da área de Zé Rafael. A bola foi para fora.

 

Capitão fora de combate
Mas o momento era do River. Aos 37, Angileri finalizou e Weverton defendeu. Porém, o capitão Gustavo Gómez sentiu dores no lance e teve que ser substituído por Luan.

Borré comemora o segundo gol do River no jogo

Borré comemora o segundo gol do River no jogo

AMANDA PEROBELLI/EFE 12.01.21

2 a 0
E logo na sequência, saiu o segundo. De La Cruz cruzou da direita, Matías Suárez antecipou Luan para desviar, e Borré apareceu na segunda trave, na frente de Marcos Rocha, para marcar.

A segunda etapa começou e o cenário continuou o mesmo. Logo no primeiro minuto, o River já arriscou em falta de De La Cruz.

Rony foi muito marcado no jogo de hoje

Rony foi muito marcado no jogo de hoje

NELSON ALMEIDA/EFE 12.01.21

VAR 'salva' o Palmeiras
O terceiro gol saiu aos 9, com Borré. Porém, após uma longa conferência no VAR, o atacante foi flagrado em impedimento no início do lance. Gol anulado e alívio do torcedor palmeirense.

VAR 'salva' o Palmeiras (de novo)
Parecia que o Palmeiras teria mair tranquilidade no jogo, já que o River teve o zagueiro Paulo Díaz expulso. Mas isso não aconteceu. Logo no lance seguinte, Matías Suárez invadiu a área e dividiu com Empereur. O árbitro marcou o pênalti, invalidado após consulta ao VAR.

O time argentino continuou pressionando. E Weverton seguiu salvando o Palmeiras. O Alviverde, aliás, teve uma ótima chance de "matar o confronto" com Breno Lopes, em contra-ataque. Mas ele adiantou muito a bola e acabou perdendo.

Já nos acréscimos, mais sofrimento para os palmeirenses, com o árbitro revisando no VAR um possível pênalti para o River. Nada foi marcado. E o Palmeiras está na final da Libertadores!

PALMEIRAS 0 x 2 RIVER PLATE

Data: 12 de Janeiro de 2021
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Esteban Ostojich-URU
Assistentes: Richard Trinidad e Martin Soppi-URU
VAR: Nicolás Gallo-COL
GOLS: RIVER PLATE - Rojas (28'/1ºT), Borré (44'/1ºT)
CARTÕES AMARELOS: PALMEIRAS  Danilo (19'/1ºT), Empereur (39'/1ºT), Luan (4'/2ºT), Marcos Rocha (26'/2ºT) e Weverton (41'/2ºT) - RIVER PLATE - Paulo Díaz (16'/1ºT), Rojas (16'/2ºT e 27'/2ºT) e Borré (29'/1ºT)
CARTÃO VERMELHO:  - Rojas (27'/2ºT)
PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha (Kuscevic 35'/2ºT), Alan Empereur, Gustavo Gómez (Luan 40'/1ºT) e Matías Viña; Danilo (Raphael Veiga 35'/2ºT), Zé Rafael (Emerson Santos 23'/2ºT) e Gabriel Menino; Rony, Gustavo Scarpa (Breno Lopes 1'/2ºT) e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira
RIVER PLATE: Armani; Montiel, Rojas, Pinola (Girotti 51'/2ºT), Paulo Díaz e Angileri (Casco 41'/2ºT); Enzo Pérez, Nacho Fernández, e De La Cruz; Borré e Matias Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.

Fonte: R7

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.