Olimpíadas de Tóquio terão limite de 10 mil torcedores por evento

Autoridades determinam máximo de 50% de ocupação nos espaços que receberão competições.

Esporte


O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020 estabeleceu o limite de 10 mil pessoas por evento durante das Olimpíadas, desde que o total de presentes não exceda 50% da capacidade de cada arena de competição. O governo, no entanto, não descartar a possibilidade de vetar a presença de público em caso de determinação de um novo estado de emergência na região.

A decisão foi tomada em reunião online entre autoridades. Estiveram representados o governo japonês, o governo metropolitano de Tóquio, o Comitê Organizador Local, o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

A exceção seria a cerimônia de abertura, no Estádio Nacional, que comporta 68 mil pessoas. A ideia inicial foi liberar cerca de 20 mil pessoas, mas os organizadores ainda estudam cortes, de acordo com a imprensa local.

Há um adendo importante e curioso: estudantes participantes de um programa de espectadores e os supervisores das turmas não serão contabilizados nestes limites, o que pode aumentar significativamente o número oficial de presentes nas arenas.

O uso de máscaras será obrigatório para o público, que será todo formados por residentes do Japão. Os torcedores serão orientados a não gritar ou falar alto, a deixar as arenas de forma ordenada, a viajar de casa direto ao local de competição e, depois, direto de volta para casa.

É importante ressaltar que o cenário pode tornar-se mais restrito, pois o governo japonês pode impor novas restrições a depender do avanço da pandemia do novo coronavírus no país durante o próximo mês. Por esse motivo, as autoridades adiaram decisão sobre as Paralimpíadas para 16 de julho.

É importante ressaltar que o cenário pode tornar-se mais restrito, pois o governo japonês pode impor novas restrições a depender do avanço da pandemia do novo coronavírus no país durante o próximo mês. Por esse motivo, as autoridades adiaram decisão sobre as Paralimpíadas para 16 de julho.

Conselheiros médicos têm pedido que as Olimpíadas sejam realizadas sem públicos nas instalações esportivas. O Japão permaneceu vários meses sob estado de emergência, com restrição em circulações que envolveram eventos esportivos. Até agora, 16% da população japonesa receberam ao menos uma dose da vacina. Porém, somente 6% estão totalmente imunizados.

Fonte: Globo Esporte

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.