Oitocentas pessoas são retiradas da ilha de La Palma por avanço de lava do vulcão Cumbre Vieja

Desde início da erupção, mais de 6 mil dos 85 mil habitantes já tiveram que deixar a ilha.

Ilhas Canárias


Cerca de 800 moradores da ilha de La Palma, no arquipélago espanhol das Ilhas Canárias, receberam nesta terça-feira (12) uma ordem para deixarem suas residências devido ao avanço do fluxo de lava do vulcão Cumbre Vieja, informaram as autoridades locais.

O serviço de emergência das Canárias anunciou no Twitter que emitiu uma "ordem de evacuação para vários núcleos populacionais" na localidade de Llanos de Aridan, "devido à previsão de avanço do fluxo de lava".

Entre 700 e 800 pessoas estão afetadas por esta ordem de evacuação, detalhou o serviço de emergência do arquipélago, situado próximo da costa noroeste da África.

Cerca de 3 mil pessoas foram confinadas na segunda-feira depois que a lava do vulcão destruiu uma parte de uma fábrica de cimento, o que gerou a emissão de gases potencialmente tóxicos.

Contudo, as autoridades suspenderam nesta terça a obrigação de permanecer em casa.

A erupção do Cumbre Vieja, que começou em 19 de setembro, não provocou vítimas mortais até o momento, mas causou grandes danos nesta pequena ilha de 85 mil habitantes, dos quais mais de 6 mil tiveram que ser evacuados.

Esta é a terceira erupção de um vulcão em La Palma nos últimos 100 anos, após as de San Juan em 1949 e Teneguía em 1971, que deixaram três mortos no total.

Fonte: France Presse

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.