Jovem é assassinada próximo ao Vale do Piancó

Ela foi morta com vários tiros que a atingiram em várias partes do corpo, inclusive na cabeça.

Faminicídio


O PM de 27 anos acusado de matar a jovem Karine Rangel, de 22, em Santa Cruz da Baixa Verde é considerado foragido. Em nota à imprensa emitida nesta tarde, o 14º Batalhão de Polícia Militar (14º BPM), disse que ele ainda não foi localizado. No entanto, há a expectativa que ele se entregue na sede do 3º BPM, em Arcoverde nesta tarde.

“Ele ficou de se apresentar, hoje (11), na sede do 3º Batalhão, em Arcoverde, unidade em que é lotado”, informou o 14º Batalhão. Também nesta tarde, em nota à imprensa, a Polícia Civil de Pernambuco, por meio da assessoria de imprensa em Recife, informou que as buscas para encontrá-lo continuam. Karine e o PM estavam separados e tinham um filha de 2 anos.

A vítima era filha do médico Rubens Rangel. Ela estava em um almoço comemorando o próprio aniversário em Triunfo horas antes do crime, ocorrido nessa quinta (10). Retornando para Santa Cruz, ao chegar à casa em que residiam, o acusado, friamente, mandou uma amiga dela se afastar e efetuou um tiro na cabeça de Karine, que morreu na hora. Ele fugiu. Karine e o PM estariam separados devido à quantidade de brigas, por conta de ciúmes.

Fonte: Farol de Norícias

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.