Presidente da Câmara é detido após promover festa com aglomeração e desacatar policiais na Paraíba

De acordo com informações, no local vereador se apresentou como responsável pelo evento.

Detenção


O presidente da Câmara do município de Cacimbas, José Arruda Cruz foi detido no último domingo (16), após promover uma festa com aglomeração. De acordo com informações, no local vereador se apresentou como responsável pelo evento.  

Os policiais solicitaram que ele encerrasse a festa, devido a aglomeração e o descumprimento das medidas sanitárias como a falta de uso de máscaras e sem distanciamento social. Ainda de acordo com os policiais, o vereador não cumpriu a ordem e disse que as pessoas permanecessem no local. Além disso, ele usou da força para repreender a PM.

José Arruda Cruz disse que estava comemorando o seu aniversário e avisou que iria fechar as portas da garagem, ligar o som do carro, e ficar dentro da residência dando continuidade ao evento com todas as pessoas reunidas. No entanto, a polícia informou que ele seria conduzido à delegacia, mas o vereador se voltou contra a equipe policial e foi preciso fazer o uso da força para tentar contê-lo.

O vereador, segundo a PM, tentou sacar a pistola de um policial, mas não conseguiu devido à trava de segurança, porém danificou o porta-algemas da capa de colete. A situação se agravou e os policiais usaram balas de borracha. Mesmo assim, as pessoas não desistiram de tentar livrar o vereador das mãos dos policiais que ainda estavam tentando contê-lo. 

Durante o tumulto, o vereador conseguiu fechar os portões da garagem e os policiais recuaram.

Quando tentou ir até a delegacia, segundo a PM, o vereador acabou perseguido e preso em flagrante, junto com outro homem que estava na festa. 

Os dois foram levados à delegacia de Policia Civil da cidade de Teixeira.

Fonte: Por Isabela Melo com Patos online

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.