Polícia prende ‘pastor’ investigado por estuprar criança na Paraíba

A operação recebeu o nome de Iscariotes devido a dissimulação e traição do homem para com a família que o acolheu.

Prisão


A Polícia Civil, por meio da Delegacia Municipal de Lagoa Seca, deflagrou nessa quinta-feira (16) a Operação Iscariotes, com o objetivo de prender um homem de 34 anos, investigado por praticar estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos de idade, na cidade de Lagoa Seca.

O caso teria acontecido no sítio Floriano. De acordo com a polícia, o homem havia chegado na cidade pouco depois do início da pandemia se dizendo ‘pastor evangélico’ e informou ter tido uma visão de Deus que teria mandado ele evangelizar naquela cidade.

O suspeito foi acolhido por uma família da localidade, pois o pastor afirmou que não tinha onde morar. O homem chegou a construir um pequeno quarto nos fundos da casa para ajudá-lo. O falso pastor ganhou a confiança da família e chegava a ajudar a criança com as tarefas escolares, que foi quando ele acabou por praticar abuso sexual contra a menina de 11 anos de idade, que relatou para os pais tudo o que ocorreu. Ela disse ter sido estuprada e ameaçada.

Um suposto parente do homem entrou em contato com a família que o acolheu e disse que o homem havia fugido do Rio Grande do Norte por ter abusado de uma menina. O acusado chegou a dar um celular escondido para a vítima e pedia fotos íntimas.

A operação recebeu o nome de Iscariotes devido a dissimulação e traição do homem para com a família que o acolheu.

Fonte: Portal Paraíba

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.