Pazuello vai a Manaus anunciar novas ações de combate à covid-19

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse que pretende discutir com Pazuello o início da vacinação contra a doença no Estado.

Vacinação


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, viaja a Manaus, nesta 2ª feira (11.jan.2021), para anunciar um plano de contingência para o Amazonas, Estado que vive avanço nos números de infectados e mortos pela covid-19.

De acordo com o Ministério da Saúde, Pazuello deve anunciar esforços que vão da reorganização do atendimento nos postos e hospitais ao recrutamento de profissionais de saúde. Também deve ser acertado o envio de equipamentos, insumos e medicamentos contra a covid-19.

No período da tarde, o ministro deve participar da entrega de 10 leitos de UTI e 118 leitos clínicos no Hospital Universitário Getúlio Vargas.

Em entrevista à TV Brasil, o ministro comentou a viagem: “Nós temos verificado que a maioria dos Estados, a grande maioria, está [em situação] estabilizada ou descendente, e nós estamos muito focados nos estados em que a curva está em elevação e apoiando em tudo o que for necessário”.

Vacinação

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse que pretende discutir com Pazuello o início da vacinação contra a doença no Estado.

Em vídeo publicado numa rede social, Lima informou que o Amazonas deve ter “um plano diferenciado, levando em consideração nossa logística. Nós estamos na maior região do país, em que muitos lugares só se chegam de barco ou, às vezes, de avião”.

O vídeo foi gravado de dentro do almoxarifado da Fundação de Vigilância Sanitária estadual, onde o governador disse haver um estoque de 440 mil seringas e agulhas para o início da vacinação. Um novo lote de 1,5 milhão de unidades deverá ser recebido em 25 de janeiro, segundo ele.

Covid-19 no Amazonas

Na última 5ª feira (7.jan), Lima prorrogou por mais 180 dias (6 meses) o estado de calamidade pública no Amazonas, depois que hospitais do Estado voltaram a ficar lotados com pacientes de covid-19. Segundo dados da Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas, o Estado soma 212.996 casos confirmados, com 5.669 óbitos.

 

Fonte: Agência Brasil

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.