PRF suspende uso de radares móveis na Paraíba após decisão do governo federal44091

Superintendente da PRF-PB, Keilla Melo confirmou que radares móveis foram recolhidos nesta quinta-feira (15) após determinação imediata em cumprimento da medida.

Após publicação da determinação do presidente da república, Jair Bolsonaro (PSL), de suspensão do uso de radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal na Paraíba (PRF-PB) confirmou nesta quinta-feira (15) que todos os radares móveis foram recolhidos das rodovias federais que cortam a Paraíba.

Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) com radares móveis deixa de acontecer nesta quinta-feira (15) na Paraíba — Foto: Keyla Melo/Ascom PRF

Ainda de acordo com a superintendente substituta da PRF-PB, Keilla Melo, ainda não há informação de quantos radares foram retirados das rodovias, nem em quais pontos das BRs na Paraíba elas estavam sendo utilizadas.

A Polícia Rodoviária Federal divulgou um ofício nesta quinta-feira (15) determinando "cumprimento imediato" da suspensão da fiscalização por radares móveis nas estradas federais, as chamadas BRs.

A medida atende a ordem do presidente Jair Bolsonaro e não vale para radares fixos, que continuarão funcionando, e nem para rodovias estaduais e municipais, que não são de responsabilidade da PRF. Segundo o governo, o uso dos radares móveis será reavaliado e não foi divulgado um prazo para que eles voltem a ser usados na fiscalização da velocidade.

A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União" também nesta quinta, mas não tinha sido especificado quando começaria a valer. Bolsonaro chegou a dizer que seria somente na próxima segunda (19).


"A direção-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF) expediu decisão administrativa na qual determina a todos os gestores e servidores da PRF que adotem as providências necessárias para o imediato cumprimento da decisão Presidencial, devendo ser sobrestado o uso e recolhidos os equipamentos medidores de velocidade estáticos, móveis e portáteis até que o Ministério da Infraestrutura conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas", diz o comunicado da polícia divulgado nesta tarde.

A medida se aplica aos seguintes tipos de radares móveis:
instalado em veículo parado ou sobre suporte (estável);
instalado em veículo em movimento;
direcionado manualmente para os veículos (portátil) 

Fonte: Redação do portal Vale do Piancó Notícias com G1