Amazon vai começar a fazer entregas com drones ainda em 2022

Novo programa chamado de Prime Air estará disponível para clientes dos Estados Unidos. Confira mais detalhes sobre o anúncio da Amazon sobre entregas por drones.

TECNOLOGIA


A Amazon anunciou, no início desta semana, que começará a entrega de produtos com drones nos Estados Unidos ainda em 2022. O programa, chamado de Prime Air, estará disponível para os moradores de Lockeford, Califórnia, cidade escolhida como piloto para testar a eficiência do projeto. A varejista conta que o objetivo é realizar o delivery de produtos de forma econômica e com segurança em menos de uma hora.

O drone que será utilizado é o MK27-2, modelo desenvolvido pela própria Amazon e que possui design hexagonal, promete estabilidade durante o transporte e menor emissão de ondas sonoras. No momento, a empresa diz estar trabalhando junto à FAA (Federal Aviation Administration), que equivale à ANAC no Brasil, para obter as licenças necessárias para executar as entregas.

Drone usado no Prime Air começará os testes ainda este ano — Foto: Divulgação/Amazon

De acordo com a Amazon, o drone que será utilizado nas entregas é um modelo sofisticado e que possui um eficiente sistema para evitar colisões. O dispositivo promete desviar de obstáculos tanto no ar quanto no solo, alterando sua trajetória automaticamente quando algum objeto é detectado. Além disso, as tecnologias implementadas no drone permitem que a aeronave percorra distâncias maiores, transportando cargas de pouco mais de 2 kg a até 80 km/h.

Os clientes de Lockeford poderão comprar diversos produtos elegíveis para entrega pelo Prime Air. O pedido poderá ser realizado normalmente na plataforma do e-commerce e o consumidor irá receber um código de rastreio e o tempo estimado para entrega. O drone deve realizar a entrega do pedido no quintal do cliente, liberando o pacote a uma altura segura e depois retomando a altitude.

Com o feedback dos consumidores sobre o Prime Air, a Amazon espera poder estender o projeto de entregas para outros locais. Ainda não há previsão de quanto tempo irão durar os testes nos Estados Unidos e como será a expansão para outras cidades e países.

Fonte: TechTudo

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.