Jovem que testemunhou execução de amigo em Itaporanga pode ajudar na elucidação do crime

Durante os tiros, o rapaz disse que, assustado, se escondeu no mato, mas, com a fuga da dupla, voltou para onde estava o corpo do amigo.

Investigação


Um jovem de 21 anos, Lucas Cipriano Ramalho, bastante conhecido na cidade, foi executado a tiros na estrada de acesso ao Cristo Rei, em Itaporanga, no final da tarde desse sábado, 15. Ele estava em uma moto e na companhia de um amigo, quando, segundo a testemunha, dois homens encapuzados e armados sugiram de dentro do mato e executaram o rapaz, que foi ferido na nuca e no rosto, morrendo imediatamente.

Durante os tiros, o rapaz disse que, assustado, se escondeu no mato, mas, com a fuga da dupla, voltou para onde estava o corpo do amigo. Quando os policiais chegaram ao local do crime, a testemunha continuava lá e contou o que havia presenciado. Suas declarações serão posteriormente colhidas em depoimento pelo delegado Glêberson Fernandes, que é quem vai apurar o fato.

O rapaz executado residia com a mãe nas proximidades da Igreja do Rosário, centro de Itaporanga. Apesar de toda luta materna para livrar o filho do mundo da delinquência e do abismo dos entorpecentes, terminou perdendo a batalha e encontra-se profundamente abalada emocionalmente.

Ao menos dezenas de jovens foram mortos em Itaporanga nos últimos tempos, dois deles somente no curso de um mês. Lucas foi a mais recente dessas vítimas e outros poderão ter o mesmo destino dele, caso essa grave violência urbana que vive a cidade não cesse.

Fonte: Diamante Online

QR Code


Comentários


Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doVale do Piancó Notícias, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.