Som nas Pedras: Circuito reúne jovens e músicos antigos em Matureia44612

O evento reuniu pessoas de várias idades, inclusive os artistas mais jovens que se apresentaram com músicos mais experientes da região.

Localizado aos pés do Pico do Jabre, na cidade de Matureia, o lajedo da Pedra do Caboclo recebeu no último sábado (7) um público de aproximadamente 400 pessoas, na segunda etapa do circuito Som nas Pedras. O evento reuniu pessoas de várias idades, inclusive os artistas mais jovens que se apresentaram com músicos mais experientes da região.



Ao anoitecer, o Quarteto de Cordas Cantos do Sertão, formado por professores do Programa de Inclusão através da Música e das Artes (Prima), apresentou músicas do imaginário nordestino, a exemplo de Lamento Sertanejo, Ave Maria, Asa Branca e Assum Preto. Em seguida, o músico Escurinho e o guitarrista Júnior Espíndola embalaram o público com ciranda, coco de roda e forró.

A noite terminou com a apresentação de sanfoneiros da região, a exemplo de Seu Zé Vasco. Aos 88 anos, o sanfoneiro mais antigo de Matureia festejou a iniciativa. "Foi muito bom poder conhecer e tocar um pouco do que eu sei com essa juventude", ressaltou.

A empreendedora Dalvanete Dantas, proprietária da Pousada Casarão do Jabre, ressaltou o propósito de desenvolvimento econômico do projeto. "Nesse fim de semana recebemos uma excursão que veio de João Pessoa exclusivamente para o Som nas Pedras e isso garantiu a lotação da pousada", explicou.

O Circuito Som nas Pedras contemplará ainda outros oito municípios: Monteiro, Teixeira, Princesa Isabel, Congo, Cabaceiras, Serra Grande, Queimadas e Boqueirão. O Projeto é uma realização das prefeituras destes municípios em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), com apoio da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional, Empresa Paraibana de Comunicação (EPC) e Sebrae, além da iniciativa privada. 

Fonte: Redação do Vale do Piancó Notícias